Trabalhadores dos móveis e madeiras garantem 9.5% : ACRACOM