INSS amplia prova de vida digital e adia para maio obrigatoriedade do procedimento : ACRACOM

BLOG ACRACOM


24/02/2021 | Notícias

INSS amplia prova de vida digital e adia para maio obrigatoriedade do procedimento

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não precisam se deslocar às agências bancárias para realização da prova de vida. O prazo para a comprovação de que o beneficiário está vivo, que se encerraria em março, foi novamente adiado, agora para o mês de maio, devido ao cenário de alta de casos de covid-19 no país. 

Com a prorrogação anunciada na última terça-feira (23), fica prorrogada a interrupção do bloqueio de benefícios para as competências de março e abril, ou seja, para pagamentos até o fim de maio.

A prova de vida deve ser realizada anualmente pelos segurados, para evitar fraudes e pagamentos indevidos de benefícios. Para isso, basta o beneficiário se deslocar até a agência bancária onde retira o dinheiro. 

O procedimento, entretanto, deixou de ser exigido em março de 2020, entre as ações para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, e a medida vem sendo prorrogada desde então.

 

Prova de vida digital

Também nesta terça-feira a Secretaria de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informou que o projeto piloto da prova de vida por aplicativo, por meio de biometria facial, será ampliado. Atualmente, a modalidade está disponível para 500 mil beneficiários, de acordo com o órgão, e será estendida para mais de cinco milhões de aposentados e pensionistas do INSS. 

O sistema permite a realização da prova de vida pelo celular, por meio do aplicativo MeuGovBR, que deve ser baixado no dispositivo. A plataforma receberá documentos com fotos e fará a leitura facial dos beneficiários em tempo real. As pendências e resultados estarão no site e no aplicativo Meu INSS.

Os segurados participantes do projeto piloto serão notificados por mensagem de texto e pelo aplicativo Meu INSS.

 

Redação BdF